Empresa nacional conclui com êxito teste com turbina para aproveitamento de energia das ondas

A empresa portuguesa Kymaner anunciou a conclusão com êxito “dos ensaios em laboratório da turbina de ar biradial construída para aproveitamento da energia de ondas no âmbito do projeto europeu OPERA”, segundo informou em comunicado. Segundo a empresa, “os testes da turbina de ar demonstraram que tem o melhor rendimento da sua classe e está preparada para produzir energia em qualquer estado de mar”.

De acordo com a empresa, a turbina “foi completamente concebida e fabricada em Portugal, com um valor de investimento a rondar” o milhão de euros, e “representa o culminar do desenvolvimento de uma patente originária” do Instituto Superior Técnico (IST), “protegida em diversos países interessados na energia das ondas”. A empresa acrescenta que a “sua produção em série dependerá do sucesso dos testes no mar e do interesse de eventuais promotores”.

A turbina agora testada pela Kymaner contém 3000 peças, 30kW, 4 toneladas, 30 sensores e 500 ligações eléctricas.

Segundo explica a Kymaner, “o projecto OPERA (Open Sea Operating Experience to Reduce Wave Energy Cost) (2016-2019) – do programa de investigação e inovação Horizon 2020 da União Europeia”, está avaliado em 8 milhões de euros “e foi desenvolvido para identificar e quantificar os desafios do mar na produção de energia das ondas e reduzir os custos associados”. Promovido por “um consórcio europeu com 12 entidades envolvidas”, conta com dois parceiros portugueses, que são a Kymaner e o IST.

Os seus principais objectivos consistem em “validar e valorizar as inovações que podem reduzir o custo da energia das ondas em pelo menos 50% e testar no mar um conjunto de inovações durante 28 meses”, sendo que os objectivos finais são a redução do tempo de comercialização das tecnologias de energia das ondas, a demonstração da fiabilidade da solução e contribuir para “tornar o sector mais maduro e comercialmente viável”, refere a empresa.

Para atingir alcançar estes objectivos foi preciso que a Kymaner e o IST “desenvolvessem em solo nacional uma turbina de ar específica para o aproveitamento da energia das ondas no Atlântico”. Depois dos ensaios em seco no laboratório do IST, “a turbina seguirá para Espanha no próximo dia 15 de Maio, onde iniciará os testes de operação no mar no Golfo da Biscaia numa central de ondas e num dispositivo de conversão de energia das ondas fabricado em Espanha”.

Fonte: Jornal da Economia do Mar